quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A razão aurea nas pirâmides


O povo do antigo Egito deixou um legado de descobertas e desenvolvimento em diversas áreas do conhecimento e entre elas , estão as Pirâmides . Sua forma em Pentaedro sempre instigou a curiosidade por esta forma pitoresca. Muitos acreditam que as pirâmides foram construídas com base no Pi e no Fí (numero áureo), porém não se evidencia de que isso seja uma verdade ou mentira, pois apenas no papiro Ahmes é citado um determinado conhecimento sobre o calculo aproximado de Pi, mas em nenhum documento foi citado o calculo de Fí.

“Contudo , alguns egiptolos afirmam que existe de fato evidencia direta sugerindo que nem a razão áurea e nem PI foram usados no projeto da Grande pirâmide (nem mesmo involuntariamente) .Esta teoria é baseada no conceito de Seked”.(Livio,2011.p77).

Embora haja muita especulação sobre as pirâmides, pouco se pode afirmar sobre como, por que e para que foi construída, lembrando que muitos aspectos místicos eram guardados como segredo sacerdotal e os verdadeiros fatos podem não aparecer com tanta nitidez. O importante é analisarmos pelo aspecto matemático e referenciar a grande contribuição que estes povos nos deixaram como um legado de aprendizagem e aprimoramento no campo da matemática e das ciências naturais .Porém é necessário ressaltar que na pirâmide de Quéops encontramos tanto a razão áurea como o Pi e muitas outras evidencias de um conhecimento muito além de seu tempo. A figura acima mostra as supostas proporções que os egípcios usavam nos cálculos da construção das pirâmides.


Nenhum comentário:

Postar um comentário