quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Código da Bíblia e matemática.

Código da Bíblia .

Conforme nos aproximamos do ano de 2012 muitas informações vão sendo desvendadas e uma delas é o chamado código da bíblia.A bíblia antiga ou velho testamento baseados no Torah (judaico) contém um conjunto de palavras que ordenados de uma certa lógica matemática desvendam fatos que ocorreram e alguns que irão ocorrer.Segundo o autor de “The Bible Code” , Michael Drosnin que deixa em seus escritos uma condição de que o código sugere avisos futuros . Este tema polemico já circula a algum tempo e este livro virou um best seller , jornais e revistas também divulgaram a descoberta e recentemente um canal de TV a cabo realizou um programa especial em torno do assunto.O matemático israelense Eliyahu Rips e o jornalista Michael Drosnin acreditam ser possível desvendar o código através de matrizes matemáticas , todas realizadas por computador e incrivelmente conseguiram mostrar que inúmeros fatos foram destacados com êxito por este programa , onde aparecem o Holocausto , a presidência de Bill Clinton e a morte de Rabin . Na contra mão desta euforia, estão os céticos, que acham que isto, é pura bobagem e que se pegarmos qualquer livro, este apareceria previsões .Mas, parece que não foi bem assim e somente um livro apareceu algumas previsões , Moby Dick. Bem ao meu ver esta é mais uma daquelas situações em que devemos fazer um julgamento pessoal e pesquisar e estudar o assunto para formarmos um pensamento .Mas, uma coisa é certa , muitos fatos novos estão surgindo e a matemática parece que auxiliou mais uma nova descoberta e você ainda se questiona para que serve a matemática?

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Teorema ,teoria e Lei

Teorema foi um termo utilizado por Euclides , em sua série de livros intitulada de “Os Elementos” .Palavra de origem grega que significa originalmente “espetáculo” ou “festa” .Nos dias de hoje o termo é definido pelo mini dicionario Aurélio como: proposição que, para ser administrada ou se torna evidente, necessita de demonstração.Na matemática , são processos que podem ser provados.Provar teoremas é a principal atividade dos matemáticos.Veja alguns exemplos:

Último teorema de Fermat.

Teorema de Tales

Teorema de Pitágoras

É importante notar que "teorema" é diferente de "teoria".

Teoria, do grego θεωρία , é o conhecimento descritivo que permite especulações, contudo puramente racional. O substantivo theoría significa ação de contemplar, olhar, examinar, especular. Também pode ser entendido como forma de pensar e entender algum fenômeno a partir da observação. Na Grécia antiga teoria significava "festa solene, procissão ou embaixada que as cidades helênicas enviavam para representá-las nos jogos olímpicos ou para consultar os oráculos".

O termo é aplicado a diversas áreas do conhecimento, sendo que em cada área possui uma definição específica.

Em ciência, a definição de teoria científica difere bastante da acepção de teoria em senso comum, o de simples especulação; o conceito moderno de teoria científica estabelece-se, entre outros, como uma tentativa de resposta ao problema da demarcação entre o que é efetivamente científico e o que não o é.

Lei, no sentido cientifico, é uma regra que descreve um fenômeno que ocorre com regularidade. É uma hipótese geralmente simples mas de abrangência geral, que, sendo exaustivamente confrontada, testada e validada frente a um amplo e diverso conjunto de fatos, dá-lhes sempre sentido cronológico, lógico e causal, e por tal recebe um título "honorífico" que a destaca entre as demais, o título de lei [1].

Ao contrário da lei no sentido jurídico, a qual tem em princípio o poder de fazer-se cumprir, a lei científica não tem o poder de impor que um fato ou fenômeno qualquer deva sempre com ela concordar. A lei científica, ao contrário, deriva sua validade e acuracidade da observação sistemática da ocorrência sempre regular e persistente de um dado fenômeno de abrangência geral, estabelecendo uma relação de causa e efeito associada ao mesmo e afirmando que é muito razoável e provável que todos os demais eventos correlatos venham a concordar com os resultados anteriores e assim com a premissa que encerra, destes derivada.

Como exemplos de leis científicas podem ser citadas a lei da oferta e da procura e as leis de Newton.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Triângulo retângulo


O triângulo retângulo integra a geometria plana e faz parte das figuras geometricas regulares, possui um ângulo de 90° chamado de ângulo reto , o seu maior lado é chamado de hipotenusa
que no grego antigo significa hipo = grande ; tenusa= lado . Seus outros dois lados recebem o nome de catetos.Este tipo de triangulo foi estudado por vários matemáticos e entre eles se destaca Pitágoras , o qual criou um teorema que diz o seguinte" o quadrado da hipotenusa é igual a soma dos quadrados de seus catetos" .Matematicamente representado por a² = b² + c ² , este teorema possibilitou a resolução de inumeras situações práticas e teoricas . V eja se voce tem a medida de dois lados de um triângulo retangulo é possivel calcular o terceiro usando pitágoras .Calcule a hipotenusa de um triângulo cujos catetos são 18cm e 24cm.
Temos: a² = 18² + 24²
a² = 324 +576
a² = 900
aplicando a raiz quadrada de ambos os lados, temos: a = 30 ; onde concluimos que a hipotenusa é igual a 30 cm.

sábado, 11 de dezembro de 2010

Teorema de Pitágoras


Pitágoras

Matemático e Filósofo grego viveu no século VI a.C., responsável pela criação dos números irracionais e do Teorema de Pitágoras. Nasce na Ásia Menor. Viaja por Mesopotâmia, Pérsia e Egito e torna-se uma espécie de líder religioso. Na colônia grega de Crotona, na Itália, funda uma escola que adota os números como expressão da razão absoluta, a Escola de Crotona. Seus seguidores se dedicam à ciência de forma anônima, assinando todos os trabalhos em nome da fraternidade pitagórica, ou simplesmente Pitágoras. O fato de as obras a ele atribuídas exigirem um período maior que o de uma vida humana normal para ser escritas leva historiadores a questionar a existência do matemático até hoje. Pitágoras seria o nome do grupo, e não o de uma pessoa. Os pitagóricos estabelecem os números irracionais. Concluem que o céu, a Terra e os demais astros são esféricos e têm órbitas circulares. Estudam o triângulo retângulo e formulam o Teorema de Pitágoras – o quadrado da hipotenusa é a soma dos quadrados dos catetos

(a² = b² + c²).